5 de out de 2010

BRASILEIROS, SOMOS TODOS!

Recebemos do nosso camarada, o escritor Danilo Faria, um dos e-mails que julgamos ser um dos mais inteligentes que já circulou na internet em relação a política. Não se trata de uma critica as excelentíssimas peças que compõe a maquina de controle, mas sim aos que dão a esta maquina o combustível certo para a corrupção e para o assistencialismo.

A Mais Pura Verdade

"Tá" reclamando do Lula? do Serra? da Dilma? do Arruda? do Sarney? do
Collor? Do Renan? do Palocci? do Delubio? Da Roseanne Sarney? Dos políticos
distritais de Brasília? do Jucá? do Kassab? Dos mais 300 picaretas do
Congresso? E você?

Brasileiro Reclama De Quê?

O Brasileiro é assim:

1. Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura.

5. Fala no celular enquanto dirige.

6. Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

7. Pára em filas duplas, triplas em frente às escolas.

8. Viola a lei do silêncio.

9. Dirige após consumir bebida alcoólica.

10. Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

11. Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas impedindo a passagem de
pedestres.

12. Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

13. Faz "gato" de luz, de água e de TV a cabo.

14. Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes
irrisórios, só para pagar menos impostos.

15. Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar
menos imposto.

16. Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de
cotas.

17. Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota
fiscal de 20.

18. Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

19. Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

20. Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco
rodado.

21. Compra produtos "pirata" com a plena consciência de que são piratas.

22. Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

23. Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do
ônibus, sem pagar passagem.

24. Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

25. Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho e na
megasena.

26. Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes,
envelopes, canetas, lápis... como se isso não fosse roubo.

27. Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das
empresas onde trabalha.

28. Falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi
inventado.

29. Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro
pergunta o que traz na bagagem.

30. Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos? Escandaliza-se com a farra das passagens aéreas? Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo ou não? Brasileiro reclama de quê, afinal? E é a mais pura verdade, isso que é o pior!
Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós
mesmos, naquilo que for necessário! Vamos dar o bom exemplo! Espalhe essa idéia!

"Fala-se tanto da necessidade deixar um planeta melhor para os nossos filhos
e esquece-se da urgência de deixarmos filhos melhores (educados, honestos,
dignos, éticos, responsáveis) para o nosso planeta, através dos nossos
exemplos..."

“A mudança deve começar dentro de nós, nossas casas, nossos valores, nossas
atitudes”. (Danilo Faria)

Para todos, aqui estamos!!!

5 comentários:

  1. Brilhante!
    Nada mais a declarar... Simplesmente brilhante.

    ResponderExcluir
  2. Eu venho dizendo isso ha anos.
    Como fazer o povo entender?
    Os políticos somos nós.
    São nosso retrato.
    (Ricardo Porto)

    ResponderExcluir
  3. acredito numa especie de sindrome da compensaçao.
    Todos querem compensar a sua falta de sorte em alguma coisa oportuna, para almejar um status do qual nao fora privilegiado ate entao durante a sua vida, e , ainda que nao goze desse privilegio, apenas a falsa imagem desse sucesso (status) aos olhos dos demais ja lhe é tido como um grande trunfo.
    E fruto disso, é a observancia de pessoas de maior sucesso, e é claro, o principal e fundamental, a certeza de impunidade.

    De ver fulano, beltrano e ciranu, fazer o caralho a quatro, de forma as vezes escancarada, e obter seus pretendidos creditos.
    Vemos isso na figura de pesosas influentes, grandes empresarios, e principalmente, nos politicos.
    E tendo nesses, a representaçao maxima de um cidadao, o que caberia a este entao fazer, senao igual??.
    Pena q esses sejam a minoria.
    E aquela maioria que aqui reside, infelizmente, reina, impera, e numa republiqueta de bananas a qual desfrutamos nossa morada, governa.
    Nessa toada, ainda que sejas decente e lidimo, como criar sua prole a merce de pessoas tao miseraveis?
    É uma pressao muito grande, e a influencia externa é cavalar
    Ora pois, se vc elege pessoas descentes, que trabalha efetivamente a coisas lidimas da vida, probos serao tambem aqueles que os elegeram tambem, nao?
    Logo, penso eu, que o fato de maioria der repugnante como o texto mostra, e a vida nos golpeia, se deve aos politicos que la estao, e mantem as leis que protege esse circulo vicioso dsde a nossa colonizaçao.
    Desse modo, vislumbrar qualquer paradigma diferente, é mera ilusao.

    ResponderExcluir
  4. Estou do lado dos Judeus.
    Estou do lado dos Mulçumanos.
    Estou do lado dos Protestantes.
    Estou do lado dos Católicos.
    Estou do lado dos Capitalistas.
    Estou do lado dos Cpmunistas.
    Acima de tudo estou do lado do BOM SENSO, sou totalmente contra a MERDA do FANATISMO. É que fode tudo!

    ResponderExcluir
  5. Para que fique mais claro ainda eu digo:
    O problemas são os Religiosos Fanáticos, são os comunistas Fanáticos, os consumistas Fanáticos...

    E há o problema também daqueles que generalizam tudo! Pois eses podem ser fanáticos!
    Não digo que sou contra ao saque de cargas, mas creio que infelizmente o saque não seja feiot por um impulso de insatisfação ou por necessidade, mas sim por simples Consumismo (quero mais, quero o que não é meu, quero me dar bem e levar vantagem em tudo!) Isso é mau.
    Você pode observar que a maioria dos itens acima listado tem a ver com o "me dar bem" ou com o "conseguir mais de manéria fácil!".
    Isso é muito mau, isso é que me faz perceber que o Brasileiro está (mais do que nunca) tornando-se um povo "Fanático por se dar bem".

    ResponderExcluir